QUOTES | Confissões de Agostinho

sábado, janeiro 14, 2017

"Tu nos despertaste para o prazer de te louvar, pois nos criaste para ti, e o nosso coração não tem sossego enquanto não repousar em ti"



"Tu amas, mas sem paixão; és zeloso, sem ansiedade; arrependes-te, mas não te afliges; ficas irado, mas sereno; mudas tuas obras, mas teu propósito não muda; recebes de volta o que encontras, sem nunca tê-lo perdido; nunca estás necessitado, mas os lucros te alegram; jamais cobiças, mas cobras juros (Mt 25: 27). Tu recebes mais do que o devido, para que possas dever; e quem tem o que quer que seja que não seja teu? Tu pagas dívidas, sem nada dever; perdoas dívidas, sem nada perder. E o que acabei de dizer, meu Deus, minha vida, minha santa alegria? Ou que diz qualquer ser humano que fala de ti? Todavia, ai daquele que não fala, pois na verdade até os mais eloquentes são mudos."



"Pois tua onipotência não está longe de nós, mesmo quando estamos longe de ti."



"Pois o que sou eu para mim mesmo sem ti, senão um guia para a minha queda?"



"O que quer que vocês procurem não vão encontrá-lo onde estão procurando. Vocês buscam uma vida abençoada na terra da morte; ela não está ali. Pois como poderia haver uma vida abençoada onde não há vida?"




"Corre! Eu te carregarei. Sim, eu te conduzirei até o fim, e lá também te carregarei."




"Tarde demais eu te amei, ó Beleza tão antiga e tão nova! Tarde demais eu te amei! E eis que tu estavas dentro de mim, enquanto eu estava fora: era lá fora que te procurava."



"Concede-me o que me ordenas e ordena-me o que quiseres."




Fonte: Confissões de Agostinho / São Paulo: Mundo Cristão, 2013/ 245pg.

Um comentário:

Deixe seu comentário! Vamos trocar ideias ;)

Todos os direitos reservados. Tecnologia do Blogger.