EU LI #08 | Celebração da Disciplina, de Richard Foster


Celebração da Disciplina é um clássico da literatura cristã, escrito por Richard J. Foster; publicado a primeira vez em 1978, já traduzido para mais de 20 idiomas.

A proposta do livro é apresentar a importância da vida interior. O autor denuncia a geração do século XX:
"A superficialidade é a maldição de nosso tempo. A doutrina da satisfação instantânea é, antes de tudo, um problema espiritual. A necessidade urgente hoje não é de um maior número de pessoas inteligentes, ou dotadas, mas de pessoas profundas". 
Diagnóstico que permanece infelizmente muito atual. O que fazer?

Para ele as disciplinas clássicas da vida espiritual são uma porta de livramento dessa "superficialidade". Mas como encontrar tempo para praticá-las ou quem pode fazê-lo? Ele afirma: "As Disciplinas da vida espiritual são para seres humanos comuns: pessoas que têm empregos, que cuidam dos filhos, que lavam pratos..." Todavia, existe duas grandes dificuldades.

A primeira é de ordem filosófica, a vida materialista é a base de tudo em nosso tempo. E a segunda, é de ordem prática porque simplesmente desaprendemos explorar a vida interior. No primeiro século e anteriormente, não era necessário dar instruções sobre "como praticar" ou "porque praticar" as disciplinas, tais como: jejum, meditação, oração etc. Já em nossa época, frente a cultura faz-se muito necessário a instrução detalhada da prática de cada uma delas.

Assim, em um estudo cuidadoso sobre espiritualidade, Foster conduz-nos através das Escrituras e dos clássicos devocionais como: Agostinho de Hipona, Tomás de Kempis, João Wesley, George Fox, John Woolman e outros, a uma vida de liberdade. Ele afirma que o propósito das disciplinas espirituais é a liberdade. As disciplinas em si não tem nenhum valor, elas só têm valor como meio de colocar-nos diante de Deus de sorte que ele possa dar-nos a libertação que buscamos. Assim o objetivo das disciplinas é o livramento da sufocante escravidão ao auto-interesse e ao medo. O livro é dividido em 3 partes:

1ª Parte: Meditação, Oração, Jejum e Estudo
"Na sociedade contemporânea nosso Adversário se especializa em três coisas: ruído, pressa e multidões. Se ele puder manter-nos ocupados com “grandeza” e "quantidade", descansará satisfeito". 
De uma forma muito franca o autor diz que não há como ultrapassar as superficialidades de nossa cultura (ocidental), sem estarmos dispostos a descer aos silêncios recriadores de uma verdadeira devoção cristã. Ele ressalta a necessidade do cristão meditar diariamente a respeito da Criação, das Escrituras (ponto central da meditação) e mesmo acerca dos acontecimentos atuais ao redor do mundo buscando entender seus significados. A prática da meditação a luz das Escrituras torna-nos mais sensíveis a voz de Deus, que por sua vez, nos conduz a mais sincera prática da oração, e quanto a essa última Foster se limitou a explorar a prática de oração "a favor de outras pessoas". A disciplina do jejum é explanada sem receio e apresentada como recurso acompanhante da oração. Logo após essas 3 disciplinas ele passa para a disciplina do estudo defendendo sua importância, principalmente para trazer-nos discernimento acerca de nós mesmos e do mundo e que vivemos.

2ª Parte: Simplicidade, Solicitude, Submissão e Serviço
As disciplinas exteriores foram abordadas de uma forma profunda e abrangente. Em poucas palavras [para que essa resenha não fique enorme rs] o autor mostra-nos que é através da simplicidade que vivemos com os outros em integridade. Que a solicitude permite-nos estar verdadeiramente presentes com as pessoas quando estamos com elas. Na submissão vivemos com os outros sem manipulação, e no serviço somos uma bênção para eles.

3ª Parte: Confissão, Adoração, Orientação e Celebração
Conceituando cada ponto e indagando as vezes o leitor, Foster com sabedoria nessa última parte segue o seguinte ritmo: A confissão livra-nos de nós mesmos e libera-nos para adoração. A adoração abre a porta para a orientação. Todas as disciplinas livremente exercidas produzem a doxologia da celebração.

Considerações finais
Celebração da Disciplina é um livro excelente! Um dos melhores que já li e que permanecerá atual por muito tempo, por isso é sem dúvida um clássico. Além de todo conteúdo o autor deixa para o leitor uma lista enorme de indicações de livros, através de citações e diretamente mesmo, como é feito no "capítulo 5 A Disciplina do Estudo". A maioria dessas indicações são de clássicos devocionais, lançando assim, holofotes em bons nomes da literatura cristã que talvez já estejam esquecidos em nossa época.


***
+info livro: Celebração da Disciplina: O caminho do crescimento espiritual / Ano da primeira publicação: 1978 / Edição lida: Editora Vida, 2008 / 304 pg

+info autor: Richard J. Foster é um teólogo cristão nascido em 1942, em Novo México, EUA. Autor de várias obras, nas quais defende principalmente as práticas cristãs como santidade, disciplina e reflexão.


Compre o livro: http://amzn.to/2sTWZ7W











Nenhum comentário:

Deixe seu comentário! Vamos trocar ideias ;)

Todos os direitos reservados. Tecnologia do Blogger.