Leituras de maio 2018


VAMOS COMEÇAR HOJE PELO PROJETO “Um ano com C.S.Lewis”. Entrei agora no sexto mês de leituras diárias e posso dizer que realmente é um livro que vale a pena. Lewis é um autor que em poucos parágrafos consegue falar coisas tão profundas, que as vezes são de difícil compreensão ou de aceita-las de primeira, já que quase sempre são um confronto à nossa forma de pensar. É alguém que eu gostaria de ter conhecido.

Quanto à disciplina do projeto, houve vários dias que não li, dias que li mais de uma página e estou levando assim tranquilamente, desfrutando da experiência. Tenho postado todo mês um texto favorito e no final do ano devo compartilhar minhas impressões gerais.


QUANTO À LEITURA BÍBLICA, em maio eu li o livro de Atos dos Apóstolos e que experiência boa eu tive. Glória a Deus pela sua palavra! Eu cheguei a escrever dois textos de meditações durante a leitura confira aqui e aqui. E vou ingressar em Romanos agora em junho, podendo permanecer no decorrer dos próximos meses com as cartas de Paulo.

SOBRE AS LEITURAS FINALIZADAS, terminei de ler “O Temor do Senhor, de John Bevere”, que se tornou um dos meus livros favoritos. É aquele tipo de livro que eu gostaria que todos os cristãos de nossa era lessem – é muito bom! E realmente me impactou bastante.

E falando em nossa era, li também, “A Era do Ressentimento” do Luiz Felipe Pondé. Gostei, é um livro de ensaios e aforismos sobre o mundo contemporâneo que apesar de muito sombrio (duro, frio e pessimista) em seu diagnóstico, se faz necessário em minha opinião para furar a nossa bolha. Há muita gente encantada (e enganada) com os nossos avanços tecnológicos, longevidade, “liberdade”... tendo esse século como um dos melhores, mas a coisa não é bem assim e é isso o que o autor afirma sem rodeios.


NO MOMENTO ESTOU LENDO “As moradas do Castelo Interior, de Teresa de Jesus”, estou bem no início, mas gostando muito. A literatura devocional clássica cristã definitivamente... sempre me surpreende.


NÃO LI o conto do projeto referente ao mês de maio, o que devo corrigir já nas primeiras semanas de junho. E abandonei a leitura do suposto livro do Lula "A verdade vencerá", suposto porque não foi ele que escreveu; é um livro que transcreve uma entrevista que ele deu dias antes de ser preso e é até interessante em alguns aspectos, mas que está me enfadando muito. Até tentei... não deu.


E QUERO MUITO LER AGORA EM JUNHO:

Risco Escuro na Claridade (Maiky Silva) 

Sono (Murakami)

O abutre (Franz Kafka) 

Tudo ou Nada (Jim&Rachel Britts)

   
  Alcançada pela Graça de Deus em Jesus Cristo. Nasceu em São Paulo, mas ama morar em BH. Formada em Ciências Contábeis com Ênfase em Controladoria pela PUC/MG e escreve desde que se entende por gente. Café ♥ Livros ♥ Sboob | Twitter | Listography

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe seu comentário! Vamos trocar ideias ;)

Instagram