ATUALIZAÇÃO | Leituras de março e abril 2018


Iniciando as postagens de maio, hoje trago em resumo o que se passou por aqui em termos de leituras nos últimos dois meses.

Estou lendo a Bíblia na versão NVT (Nova versão transformadora) da Mundo Cristão, e realmente estou tendo uma experiência transformadora. Não tenho capacidade para afirmar se essa ou aquela versão bíblica é melhor. Até mesmo porque o ideal para mim é contar com várias versões e é o que sempre respondo quando as pessoas me perguntam. Entretanto, nesse momento a leitura pela NVT está contribuindo muito para a minha compreensão e assiduidade com as Escrituras. Os últimos livros que li foram: Esdras, Habacuque e o Evangelho de Lucas. Já comecei Atos e devo ler Romanos logo em seguida.

*

Terminei de ler alguns livros que já estava lendo desde fevereiro:

Vencendo Medos e Ansiedades. O livro certo na hora certa, mas não só isso. Um livro bem escrito, sensível e preciso naquilo que aborda. Quero ler tudo que conseguir da autora. (Escrevi um texto sobre ele aqui)

O mundo de ontem. Entrou para lista dos melhores da vida. Desde que terminei a leitura estou procurando as palavras para me expressar sobre ele, mas não as encontro ou não as organizo. É um livro de memórias, o meu gênero literário favorito. O autor, Stefan Zweig, era um austríaco de origem judia, viveu as duas guerras mundiais e morreu no Brasil. Um dos relatos sobre a vida, cultura, sociedade, o homem... mais sem esperança e ao mesmo tempo belo que já li. Por enquanto o que dá para dizer é “Leia esse livro!”

O poder dos quietos. Fiz uma leitura conjunta dele com a Dafne do blog Sonhos e Suspiros e que experiência gratificante tivemos. Gostei demais do livro apesar da escrita não ser das melhores. De forma resumida, se trata de uma análise cultural das personalidades humanas “extrovertidas e introvertidas”, com um enfoque especial na introvertida. É um material de grande importância para todas as pessoas de todas as idades eu diria. Vou publicar um texto com mais detalhes em breve.

*

Li três contos do meu projeto anual: A nova Califórnia (clique aqui), As mãos de meu filho (clique aqui) e Alfred e a Estante. E a experiência foi essa respectivamente: amei, não gostei, gostei.

*

Li um livro de poesias (vejam só) do autor independente Maiky Silva que me surpreendeu muito, é o Coro Infante ao pássaro (clique aqui). E aproveitei o gancho da leitura nacional contemporânea (incentivada também pela leitura de Alfred e a Estante já citado do Leon Idris) para conhecer o livro de estreia do Vilto Reis Um gato chamado Borges. E bom, é um livro fora da minha zona de conforto digamos assim. Que gostei e não gostei. Não me entediou, mas não recomendo também...

*

E por fim, mais duas coisas que quero comentar. Estou lendo O Temor do Senhor (John Bevere) e estou achando um li-vra-ço. 

Uma publicação compartilhada por Café e Bons Livros ☕ (@cafeebonslivros) em


E eis os livros que gostaria de ler nesse mês de maio ou uma TBR como é chamada por aí:





Sono (Murakami) – Vou ler de qualquer jeito por causa do projeto de contos. Será meu primeiro contato com o autor (graças ao Rudi).









Risco Escuro na Claridade (Maiky Silva) – Quero conhecer a prosa do autor!
 >>lido<<







A verdade vencerá (Lula) – Gosto da ideia de ouvir os dois lados, e sei que se não ler agora (no barulho) não lerei mais.
 >>abandonado<<







Tudo ou Nada (Jim&Rachel Britts) – Vou terminar essa trilogia \o/








***




   
  Alcançada pela Graça de Deus em Jesus Cristo. Nasceu em São Paulo, mas ama morar em BH. Formada em Ciências Contábeis com Ênfase em Controladoria pela PUC/MG e escreve desde que se entende por gente. Café ♥ Livros ♥ Sboob | Twitter | Listography

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe seu comentário! Vamos trocar ideias ;)

Instagram