EU LI | Para salvar uma vida, de Jim&Rachel Britts


Após o grande burburinho desse ano em volta de uma série da Netiflix e do jogo do "mamífero" azul (não cito os nomes porque não quero propagá-los), que se unem por levantar de alguma forma (negativa em minha opinião) o tema do suicídio entre os jovens. Surge em minhas mãos o livro "Para salvar uma vida", uma ficção cristã publicada em 2010 pela editora Bvbooks, que vai trazer como plano de fundo exatamente esse tema. Então em primeiro lugar, “que bom que esse livro foi escrito e traduzido para o português”.

UM POUCO DA HISTÓRIA

O livro abre com o velório de um jovem, Roger Dawson, que cometeu suicídio no pátio da escola.

Jake Taylor, que tentou impedir seu amigo ou ex-amigo, no momento em que este já estava com a arma na mão, se vê agora atormentado por um profundo remorso. Havia pelo menos 2 anos que ambos se viam todo dia na escola, mas não se falavam.

Os alunos com o passar dos dias voltam para suas vidas normais, mas Taylor não consegue simplesmente ignorar o acontecido. A namorada, os jogos de basquete, as festas, a bolsa para a tão sonhada faculdade... Nada é capaz de tirá-lo da angústia daquela perda, ele precisava de ajuda.

E a ajuda chega na pessoa do pastor Chris, um homem muito simpático e amoroso, que tem um papel muito importante na redenção de Jake. Sim! O livro é sobre a jornada de Jake até Deus. Uma simples, atual e bonita história de fé de um jovem cheio de preconceitos religiosos, que não estava em busca de Deus e essa coisa de “igreja”, que passa por muitas crises, dificuldades, decepções..., mas se entrega por fim a Cristo.

PRECISAMOS SABER “COMO” CONVERSAR SOBRE SUICÍDIO

O suicídio de Roger como já mencionado é o plano de fundo da história. Quando o livro começa o fato já aconteceu e só aos poucos vamos descobrindo detalhes sobre sua personalidade e as possíveis razões que o levarão a crer que a vida não valia mais a pena.

Achei que os autores foram felizes na maneira “como” abordaram o tema, considerando o público alvo do livro (jovens em 14 a 21 anos acredito...). Fizeram de uma forma leve, tendo o cuidado de enfatizar o sofrimento da família e dos amigos que ficaram; outras tantas saídas que Roger tinha para resolver seus problemas; o perigo do isolamento; e principalmente uma mensagem de esperança no fim das contas “a vida é preciosa e deve ser valorizada!”

Falar desse tema não é fácil e as consequências de romantizar algo tão delicado podem ser absurdas. Portanto, sem me delongar, acho muito importante essa discussão, devemos conversar sobre isso com os adolescentes e jovens, mas é extremamente relevante pensarmos em como vamos fazer isso. Fica aqui uma dica para o interessados, esse livro ou a sua adaptação para o cinema - que assisti já faz alguns anos - pode ser uma boa maneira de introduzir o assunto a um grupo ou mesmo individualmente.

O QUE GOSTEI E O QUE NÃO GOSTEI

Em geral, eu gostei do livro. Penso que temos que analisar uma obra dentro do seu gênero, e apesar de não ler muito este (Young Adult), pela maneira como tocou em temas tão importantes, como: suicídio, gravidez na adolescência, drogas, aborto, desestruturação familiar e outros; ao mesmo tempo, em que comunicando valores cristãos, eu o considero um livro muito bom! Fiquei feliz por contar com algo assim em português.

Todavia tenho que mencionar que os personagens são superficiais. Senti como se os temas fossem maiores que os personagens criados, mas não desconsidero que essa seja uma característica desse gênero. Outro aspecto que não gostei do livro também, mais por motivos pessoais, são as descrições dos jogos de basquete – dá para imaginar porque rs.

FINALIZANDO

Foi uma leitura que me tirou um sorriso do rosto em vários momentos. Estou curiosa pela continuação da história, já que este é o primeiro de uma trilogia. Recomendo muito para adolescentes e jovens entre 14 e 21 anos, é uma boa dica de presente para incentivar a leitura nessa faixa etária; e considero ser essa uma leitura proveitosa para "adultos" também, uma oportunidade de reflexão sobre o que se passa com a juventude, já que às vezes esquecemos das fases que nós mesmos passamos.

Você já leu esse livro ou assistiu ao filme? Conhece alguma outra obra de ficção cristã que aborda o tema do suicídio? Me conta nos comentários :)

⏪ Esse livro foi cedido para o Blog pela Editora BvBooks ⏩


***
+ Info: Para salvar uma vida, de Jim&Rachel Britts / Editora Bvbooks, 2010 / 356 páginas / Gênero: Ficção cristã; Young Adult

Classificação: 4/5 | Compre: aqui


   
   Alcançada pela Graça de Deus em Jesus Cristo. Nasceu em São Paulo, mas ama morar em BH. Formada em Ciências Contábeis com Ênfase em Controladoria pela PUC/MG e escreve desde que se entende por gente. Café ♥ Livros ♥ Skoob | Twitter | Listography

Instagram