Atualizações #03 - O ano começou

segunda-feira, fevereiro 13, 2017
Um dos meus objetivos com esse blog é praticar a escrita - escrever, escrever sempre! - o outro é compartilhar minhas leituras - ler, ler sempre! - por isso acho bom manter uma coluna de atualizações de como as coisas vão fluindo nesse sentido por aqui. Alcançando o primeiro objetivo - a escrita - em decorrência do outro - a leitura - 😊.

Essa coluna na verdade já existe no blog, por isso o número #03 👆acima, porém era dedicada somente ao andamento das leituras dos desafios literários. Agora ela será ampliada [vamos ver se dá certo 😉], nesse espaço vou falar sobre as minhas leituras em geral e isso é:

o que estou lendo,
o que quero ler,
reflexões curtas sobre livros e hábitos de leitura

+ os desafios literários

+ leitura Bíblica [Novidade! Vou comentar sobre as minhas leituras da Escritura (devocionais, estudos, metas etc)]

+ + comentários diversos sobre o Blog.

*

Começando já, vamos falar do início desse ano no quesito leituras:

Resultado de imagem para gif tumblr LIVRO

O que já li
Bom, virei o ano lendo o extraordinário "Como ler livros, de Mortimer J. Adler", que ainda não terminei. Apesar de muito bom é um livro sobre teoria ou a prática literária, então, a leitura pra mim é mais lenta...

Em janeiro finalizei a leitura de um livro de contos que estava lendo desde o ano passado "A causa secreta e outros contos de horror" - sim! minha primeira leitura de 2017 inusitadamente foi um livro de contos.


Li também "Em defesa de Cristo, de Lee Strobel". Tive uma boa experiência com esse livro, pois acho que o subestimei a princípio devido até  à própria chamada de marketing da editora (Jornalista ex-ateu investiga as provas da existência de Cristo), mas me surpreendi por fim, com uma boa apologética cristã.


E o "O Mártir das Catacumbas" a primeira leitura marcante do ano. Livro super curtinho, história muito simples e previsível, porém o cenário real por trás dessa ficção a faz muito maior do que é. Foi uma das leituras que mais me emocionou nos últimos tempos.




Lendo livros nacionais
Já agora em fevereiro, decidi não adiar mais a leitura do brasileiro, mineiro, médico, poeta e escritor Pedro Nava. Fazia algum tempo que estava desejando ler algo que me reporta-se ao Brasil, mais especificamente a Minas Gerais (ou seja, à minha localidade) e em uma pesquisa rápida selecionei alguns autores, dentre eles Pedro Nava que chamou muito a minha atenção pelo gênero de sua maior obra "memórias", registradas em seis volumes. Baú de Ossos é o primeiro deles, por onde eu comecei e estou gostando muito.


Paralelo a ele, estou lendo outro livro nacional que estava esperando uma boa oportunidade pra ler e felizmente ou infelizmente - pois foi a situação caótica de violência no país que me incentivou 😔 - foi agora que é Mentiram pra mim sobre o desarmamento.




Leitura Bíblica
Voltando lá na obra de Lee Strobel, a primeira parte do livro é toda dedicada aos Evangelhos: Mateus, Marcos, Lucas e João. Com tanta informação nova em mente, decidi reler na ordem os quatro evangelhos + Atos + Romanos, para me aprofundar naquilo que o autor só pincelou.


Para ser mais clara, ao reler Mateus [que foi em janeiro] procurei levar em conta o tempo todo que:

Mateus o autor,
  • era um publicano ou cobrador de impostos judeu (classe odiada pela sociedade da época);
  • era um dos 12 discípulos de Jesus;
  • escreveu seu evangelho para os judeus mostrando pra eles que na pessoa de Jesus se cumpriram todas as profecias messiânicas;
  • escreveu em hebraico;
  • sofreu martírio pelas verdades registradas em seu livro.  

E isso fez toda diferença pra mim. Ao finalizar o livro, tive mais convicção do significado daqueles 28 capítulos.

Agora estou lendo Marcos, seguindo o mesmo,

João Marcos o autor,
  • era companheiro do Apóstolo Pedro...

***

Concluindo, no quesito leituras - e em outros também - 2017 começou bem, muito bem 😉



2 comentários:

  1. Uauuuu... Que início de ano intenso. Leituras lindas, com certeza! Amei essas atualizações! <3

    Ps. Toda vez que leio o evangelho de Marcos tenho a impressão de ler uma história em quadrinhos, tudo acontece muito rápido.
    Ps2. Já leu o livro O homem do céu? Não sei porque lembrei dele agora, acho que você iria gostar.

    Abraços... <3

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Que bom que gostou Inae. Também gostei muito de escrever essa coluna :)

      Sim! Marcos é bem curtinho, por isso a leitura dele é bem intensa também.

      Conheço esse livro, mas nunca li... vou ler. Obrigada pela indicação.

      Bjinhos

      Excluir

Deixe seu comentário! Vamos trocar ideias ;)

Todos os direitos reservados. Tecnologia do Blogger.