TOP 10 | Melhores leituras de 2016

quinta-feira, janeiro 12, 2017

 Olá! Hoje compartilho com você quais foram os 10 melhores livros que eu li em 2016 😊

*A lista não está em nenhuma ordem específica, todos os livros são ótimos, sensacionais, maravilhosos... 😄


  • Confissões de Agostinho
Sem dúvida Confissões de Agostinho foi uma das melhores leituras que fiz em 2016 e na vida. Simplesmente sensacional! Para quem nunca ouviu falar [improvável] "Confissões" são as memórias do bispo Agostinho de Hipona (354-430) escritas entre 397-401, onde ele conta sua vida desde a infância até a sua conversão, ou seja, Agostinho revela a sua trajetória espiritual, expondo-se como um terrível pecador incapaz de alcançar a Deus por sua própria força. Entre tantas coisas, é um livro sobre a soberana Graça de Deus em salvar o homem. Considerada uma obra-prima universal, é uma leitura imperdível.




Que leitura! Li esse livro por causa do Desafio da Lista de Richard Foster e foi uma surpresa. Eu não sabia muita coisa sobre ele, além da indicação do Foster, vindo a saber depois de já ter lido a importância desse pequeno livro ao longo dos séculos. A premissa da obra é a "devoção a Deus" centralizada em Jesus Cristo, em outras palavras, quanto mais eu parecer com Jesus Cristo (imitá-lo) mais perto de Deus eu estarei, considerando também o contrário, quanto mais longe das pisadas de Cristo eu caminhar, mais perdido eu estarei. Fantástico! Já estou querendo reler inclusive :).



Cheguei a esse livro após ouvir vários sermões do Paul Washer e acabar pesquisando sobre os seus livros. Ouvir um bom sermão, por vezes é uma experiência marcante; poder ter em texto esse mesmo sermão é uma incrível oportunidade de absorver melhor aquele conteúdo. E é isso que esse livro é, a reunião de alguns sermões do Paul Washer transformados em texto. De forma breve e clara esse livro expõe o evangelho completo, sem rodeios, sem omissões... Sempre recomendo esse livro para as pessoas! Então não poderia deixar de fora dessa lista.




Super lançamento de 2016 da Editora Fiel esse livro além de lindo traz um conteúdo muito importante para a igreja brasileira. Cheguei até ele pelo tema "Um guia bíblico para o ministério de mulheres" e gostei muito. As autoras foram muito felizes na estruturação dinâmica da obra, conseguiram tratar de temas difíceis sem "especulações" ou "métodos prontos". Como comentei na resenha (clique aqui) é um livro NECESSÁRIO e ABRANGENTE sobre a atuação da mulher na igreja. Recomendo muito!


     
Que livro!!! Stevenson entendeu o X da questão da natureza humana e conseguiu expor isso nessa obra ficcional. O médico e o monstro é um dos melhores livros "não-cristãos" que já li sobre a depravação humana.


Um dos melhores inícios de livro que já li "Alguém devia ter caluniado Josef. K., pois, sem que tivesse feito mal algum, ele foi detido certa manhã." O livro mais angustiante, torturante, aflitivo e porque não, deprimente que conheço. Um livro com diversas interpretações sem que seja possível chegar a uma interpretação definitiva... Uma verdadeira experiência literária. E tudo isso considerando que Kafka morreu antes de finalizá-lo 😮. Sensacional! Foi a minha primeira leitura do autor, pretendo agora ler sua biografia e depois continuar lendo suas obras. Se você nunca leu, corre e vai ler!




  • Cartas de um diabo ao seu aprendiz, de C.S.Lewis
Um diabo troca cartas com o seu sobrinho "um diabo aprendiz" instruindo-o como ""cuidar"" de um ser humano, afim de que a alma do mesmo vá para o seu verdadeiro "lugar" no final. Basicamente é isso que temos nessa obra, e que obra! Como mencionei em outro post acabamos nos identificando com as muitas situações do cotidiano construídas no enredo e aí, o livro passa a nos ler. C.S.Lewis foi uma grande descoberta em 2015 pra mim, desde então ler a sua obra completa é uma meta [pra vida]. Recomendo em especial esse livro para quem tem interesse no autor, pois nas entrelinhas vamos conhecendo o pensamento dele a respeito de vários assuntos.


    • A anatomia de uma dor, de C.S.Lewis
    Um livro sobre luto. 
    A temática em si já é interessante, escrita por C.S.Lewis, se tornou superinteressante. Anatomia de uma dor é o resultado de uma espécie de diário mantido por Lewis nos primeiros dias de luto pela morte de sua esposa. Cada linha expressa um intenso sofrimento misturado com revolta, desespero, descrença... Por um momento parece que o autor rompeu seu relacionamento com o Criador, em outro a esperança renasce como o nascer do seu depois de uma madrugada tenebrosa. É um livro singular, que acima de tudo demonstra a fragilidade humana versus a Soberania de Deus sobre tudo - não compreendemos o porquê da maioria de suas ações, por isso também Ele é Deus.


      Jane Austen! Estou lendo um livro dela por ano [para economizar], em 2016 esse foi o escolhido. Uma história simples no estilo já conhecido com o final previsível, porém admiravelmente sensível para descrever a natureza humana. Está aí uma das razões porque o livro sobrevive já há 200 anos não somente nas prateleiras das bibliotecas ou livrarias, mas nas mãos dos leitores. Todos queremos ser como Elinor (razão), mas todos temos um pouco [ou muito] de Marianne (sensibilidade) 😉


        • Norte e Sul, de Elizabeth Gaskell
        Um bom exemplo de romance histórico!
        Contexto da "2ª Revolução Industrial da Inglaterra", as circunstâncias do Sul rural, parado, melancólico, religioso e tradicional e as do Norte em ascensão, movimentado, estressante, ateu e inovador. Uma família do Sul, complicada, de repente se vê morando no Norte. É um livro que me transportou para esse período histórico, conseguindo me mostrar o que era viver numa época em que a expectativa de vida era 50 anos; a quantidade de vidas sacrificadas pela industrialização; a miséria da maioria da população... Percebi o que disse Salomão "nada é novo debaixo do céu", pois impossível não identificar questões sociais vivenciadas hoje já experimentadas muito antes de nós. Além disso tudo, o romance entre os protagonistas é de muito bom gosto [e sem mimimi 😄 ].

        Kelly Oliveira B.



          6 comentários:

          1. Só livro lindo nesse post... Várias dicas para minhas leituras de 2017 <3

            ResponderExcluir
          2. Novamente só li um livro deste pacote, O Processo, adorei, mas amo tudo o que é de Kafka, sobretudo este, Metamorfose, Carta ao Pai, e O Castelo, apesar deste ser muito diferente de o Processo não é menos interessante se o soubermos ler nas entrelinhas

            ResponderExcluir
            Respostas
            1. Olá Carlos,

              A leitura de o "Processo" me deixou muito admirada pelo autor. É fantástico!
              Obrigada pela dica das outras obras, vou ler "Metamorfose" em breve.

              Abs.

              Excluir

          Deixe seu comentário! Vamos trocar ideias ;)

          Todos os direitos reservados. Tecnologia do Blogger.