Caravanserai e a Igreja


Por Eduardo Medeiros:

Caravanserai era o nome de lugares destinados ao descanso de viajantes do deserto da Arábia. Quando imagino quão inóspito deveria ser um dia de viagem a temperaturas de 45°, 50° durante o dia e de 0° durante a noite, estes refúgios no meio do deserto deveriam ser, para aqueles que lá chegavam o paraíso na terra. Interessante que a estrutura de um Caravanserai era apenas para uma noite ou dia, não podia ser utilizada para habitação, quem a utilizava estava somente de passagem.

A estrutura da igreja para os primeiros cristãos era similar a um Caravanserai. Como tinham uma vida ativa e perigosa pelo resgate das almas, cada reunião do Corpo nas catacumbas de Roma, Jerusalém ou qualquer lugar, era um lugar de refúgio e descanso para aqueles que participavam, sendo que para muitos cada reunião poderia ser a última. Com o passar do tempo, a igreja, ou seja nós, temos transformado lugares de refúgio em lugares de habitação, trazendo reclamação, desconforto e muitas vezes ingratidão com esta estrutura. O problema não está na estrutura, mas na utilização que temos feito dela.

"O Senhor é o meu pastor; de nada terei falta. Em verdes pastagens me faz repousar e me conduz a águas tranquilas; restaura-me o vigor. Guia-me nas veredas da justiça por amor do seu nome. Mesmo quando eu andar por um vale de trevas e morte, não temerei perigo algum, pois tu estás comigo; a tua vara e o teu cajado me protegem." (Salmos 23:1-4)


[Fonte: Texto escrito pelo Pastor Eduardo Medeiros, idealizador do projeto "Parábolas Geek"; criado em 2013 numa iniciativa de transmitir princípios bíblicos do Reino através de personagens comuns aos jovens da nossa geração. Publicado originalmente na coluna "Papo Teológico" em 05/10/2016 no Blog Parábolas Geek, clique aqui e confira a postagem original]


2 comentários:

  1. Não me lembro de ver este post antes, a foto é espetacular, estou habituado a ler obras históricas passadas no médio oriente e sul da Rússia onde os caravansarais surgem como locais de repouso, refúgio de viajantes, mas nunca tinha visto uma foto do género.
    Quanto à reflexão, plenamente de acordo, efetivamente muitos querem a igreja para consolo e conforto dos seus males e não um refugio para tentar fugir dos seus erros.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Legal Carlos.

      Antes desse post não conhecia os Caravansarais... são lugares que eu gostaria de conhecer.

      Quanto a reflexão, podemos dizer que daí advêm muitos problemas, pois muda-se ou confundi-se o papel ou significado da Igreja perde-se o seu real valor.

      Abs.

      Excluir

Deixe seu comentário! Vamos trocar ideias ;)

Todos os direitos reservados. Tecnologia do Blogger.