EU LI #02 | Orgulho e Preconceito - Jane Austen


Um romance sem mimimi...
Eu tinha uma certa resistência para ler romances, e de fato "romance" não é um dos meus gêneros favoritos, entretanto depois de ouvir tantos elogios à obra de Jane Austen e da aclamação a sua obra-prima "Orgulho e Preconceito" resolvi ler o tal livro. E confesso que fui muito surpreendida por essa leitura, pois me cativou já nos primeiros capítulos.


Orgulho e Preconceito é um clássico da literatura inglesa, escrito em 1797 e publicado a primeira vez em 1813. O livro retrata a história da família Bennet residentes na cidade fictícia de Meryton, em Hertfordshire não muito longe de Londres. A família é composta pelo Sr. Bennet um homem despreocupado e muito bem-humorado; a sua esposa a Sra. Bennet neurótica, egoísta e muito sem noção; e as suas 5 filhas: Jane a filha mais velha muito bela e de uma bondade admirável; Elizabeth inteligente e ousada, é uma mulher dalém da sua época; Mary estudiosa e exibida; Kitty sem personalidade própria, fútil e muito influenciável; e Lydia a caçula, fútil, mimada e muito inconsequente. 

O foco da historia é sobre as duas irmãs mais velhas Jane e Elizabeth (a protagonista) que estão na idade de se casar, - e que tem uma mãe disposta a fazer de tudo para que elas consigam -  porém como a família Bennet não é da alta sociedade essas moças apesar de bonitas e inteligentes não tem um bom dote, e por isso não tem muitas chances de conseguirem um bom casamento. Entretanto as duas irmãs ao decorrer da história conquistam pretendentes inusitados e terão que lidar com uma série de acontecimentos na busca do final feliz, como por exemplo, o preconceito da família e amigos desses pretendentes devido a diferença das classes sociais.

O livro revela de uma maneira impressionante como uma pessoa pode se enganar com "as primeiras impressões" ao conhecer uma pessoa, é o famoso "nem tudo o que parece é" ou "nem tudo o que reluz é ouro" [rss]. Um dos melhores trechos pra mim, foi uma observação de Mary (irmã de Elizabeth) no capítulo 5, quanto ao "orgulho e a vaidade":

"A vaidade e o orgulho são coisas diferentes, embora as palavras sejam frequentemente usadas como sinônimos. Uma pessoa pode ser orgulhosa sem ser vaidosa. O Orgulho se relaciona mais com a opinião que temos de nós mesmos, a Vaidade com o que desejaríamos que os outros pensassem de nós."

Ao ler esse livro tive a sensação de realmente conhecer a sociedade inglesa dessa época, e enxergar nela os pontos positivos e negativos, e de certa forma comparar com a sociedade de hoje. Isso foi muito legal, realmente a autora consegue de maneira simples ambientar o leitor na história.

Eu gostei demais do livro, dei 5 estrelas no skoob, vou com certeza reler durante a vida, e por isso já é um dos meus favoritos. É o primeiro livro da Jane Austen que leio, e já desejo muito ler toda a sua obra, fui cativada pela sua escrita. Recomendo muito essa leitura, ela é surpreendente! Esse livro pode ser encontrado em qualquer livraria, nas bibliotecas públicas ou mesmo o ebook na internet, existe também várias adaptações desse romance para o cinema. Fica a dica :)


Título: Orgulho e Preconceito
Título original: Pride and Prejudice, 1813
Autora: Jane Austen
Editora: Matin Claret, 2013
Páginas: 304

6 comentários:

  1. Gostei muito tb! tive as mesmas impressões!

    ResponderExcluir
  2. Bom, vi o filme,mas ler com certeza é bem melhor!!! Vou ler. Esse é sem dúvidas a melhor história de um amor........

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. A experiência da leitura com certeza é única Edivaine Barbosa :) :) :) Se vc gostou do filme, vai gostar ainda mais do livro. bjim

      Excluir
  3. Livro muito bom mesmo.
    Sua resenha foi ótima Kelly

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Que bom que gostou Marcos! Em breve pretendo ler outros títulos da autora.Abs

      Excluir

Deixe seu comentário! Vamos trocar ideias ;)

Todos os direitos reservados. Tecnologia do Blogger.